Câmara Municipal de Ponta Porã


Vereadores aprovam 66 emendas ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias


Publicado em: 07-07-2020


Os 17 vereadores de Ponta Porã demonstraram claramente que estão interessados em ajudar a administração municipal na aplicação dos recursos públicos. Os parlamentares aprovaram na sessão ordinária de terça-feira, 07 de julho, 66 emendas ao projeto de lei da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que vai nortear a elaboração do Orçamento do Município para o ano de 2021.

            Os vereadores, por meio das emendas, apontam as prioridades para aplicação e investimento dos recursos municipais no próximo ano. São emendas que asseguram recursos para investimentos em setores essenciais como Educação (ampliação e construção de escolas), aquisição de materiais e equipamentos. Também investimentos na ampliação das unidades de saúde, beneficiando a população. Ainda foram aprovadas emendas assegurando recursos para investimentos em infraestrutura, sendo a construção de asfalto uma das prioridades.

            A sessão ordinária de terça-feira, 07 de julho, foi a última do primeiro semestre legislativo. Utilizada prioritariamente para apreciação e votação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias, a sessão contou ainda com a leitura de um decreto municipal direcionando recursos para o setor de saúde, e também pela leitura de um abaixo assinado encabeçado pelo Partido Patriotas referente ao pedido de não fechamento do comércio por conta da pandemia do novo coronavirus.

            Também foi feita a leitura de um projeto de lei de autoria do vereador Adãozinho Dauzacker propondo a criação de um programa municipal para enfrentamento à disseminação de informações falsas,  “fake news” , em Ponta Porã.

            O presidente da Casa de Leis, Rony Lino Miranda, aproveitou a oportunidade para avaliar os trabalhos desenvolvidos neste primeiro semestre de 2020. Segundo ele, mesmo com muitas dificuldades por conta das medidas rigorosas adotadas para controlar o avanço da pandemia, o Parlamento Municipal trabalhou bastante, apreciando e aprovando muitas medidas de interesse da população. “Mesmo com as limitações impostas pelos cuidados com a pandemia pudemos realizar todas as sessões, sendo presenciais ou por meio do uso da tecnologia. O importante é que foi possível trabalhar bastante e, neste sentido, estamos satisfeitos com os resultados obtidos. Agora, mesmo no recesso parlamenetar, o trabalho vai continuar, com cada vereador buscando diariamente, atender as solicitações dos moradores. Na verdade, o trabalho dos vereadores não para nunca”, declarou Rony Lino.

            A próxima sessão ordinária deverá ser realizada no mês de agosto. Até lá a Câmara Municipal entrará em recesso parlamentar, com as atividades internas sendo desenvolvidas normalmente. Os parlamentares continuão atendendo a população, dentro e fora da sede do Poder Legislativo Municipal.


Fonte:  Assessoria CMPP


Fotos:  Lécio Aguilera