Farid Afif propõe campanha educativa para coibir violência nas escolas de Ponta Porã


Publicado em:  11-06-2019

O vereador Farid Afif apresentou uma indicação em que solicita às secretarias estadual e municipal de Educação a realização de um estudo técnico, para a realização de uma campanha educativa de prevenção e combate à violência entre crianças e adolescentes que estudam nas escolas das redes municipal e estadual de ensino.

Sabemos que o aprendizado dos alunos não é a única preocupação das famílias e professores, infelizmente outro fator está em cena: a violência nas escolas. A ideia da campanha servirá para conscientizar crianças e adolescentes, das escolas estaduais e municipais, sobre a grande onda de violência que vem acontecendo dentro das escolas estaduais em nossa cidade. As constantes brigas dos estudantes estão fugindo do controle, onde brigas frequentes entre os alunos são filmadas em vídeos pelos próprios colegas e são posteriormente divulgadas nas redes sociais, gerando uma situação de insegurança na área estudantil”, justificou o parlamentar.

Farid Afif argumenta ainda que “mantendo o diálogo com os alunos aliados com o apoio das famílias, debatendo ideias, estabelecendo normas e regras, promovendo atividades de interação, incentivando os alunos a se expressarem, para que os profissionais descubram o que está motivando estas agressões. Por outro lado a intenção é estimular e encorajar os alunos em geral a denunciarem, revelarem situações de qualquer tipo de violência, bem como criar possibilidades e incentivos para implantação e implementação de ações de políticas públicas capazes de fazer o enfrentamento ao fenômeno. Embasado na Lei N° 8.069 de 13 de julho de 1.990, Estatuto da Criança e do Adolescente. É interessante que nosso município faça a campanha em parceria com o estado, porque logo os alunos da rede municipal irão para a rede estadual de ensino”, explicou Farid.

            A indicação apresentada na sessão ordinária de 11 de junho, na Câmara Municipal de Ponta Porã, foi encaminhada ao prefeito Hélio Peluffo Filho, à secretária municipal de Educação, Maria Leny Antunes Klais e à secretária estadual de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta.

CASAMENTO COMUNITÁRIO

            Farid Afif também apresentou indicação encaminhada ao prefeito Hélio Peluffo Filho com cópia à secretária municipal de Assistência Social, Vera Lúcia de Oliveira, solicitando que seja realizado em Ponta Porã uma ação coletiva e solidária, com casamento comunitário para casais de baixa renda que pretendem oficializar a união porém não dispõem de recursos para isso.

            Justificando o pedido, Farid Afif, disse que “depois de ter ouvido muitos casais, principalmente da zona rural, os mesmos afirmaram que precisam oficializar seu casamento, por questões variadas, alguns por religião, outros para a produção de novos documentos a partir da certidão de casamento ou mesmo para comprovar a união, e não conseguem oficializar porque os valores cobrados pelos cartórios são altos. Lembrando que essa ação é somente para casais com baixa renda, comprovada e documentada”.

            “Conhecedor de que em outras gestões a administração proporcionou esse casamento comunitário, em parceria com Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul,  venho indicar a repetição dessa ação coletiva e solidária, considerando os inúmeros benefícios que um casamento comunitário leva para a população, principalmente sob o aspecto financeiro e documental”, disse o parlamentar, acrescentando que “existe, em nossa cidade, um grande número de casais que vivem em regime de comunhão estável e pretendem realizar o casamento, muitos já possuem filhos e netos e não possuindo condições financeiras para isto”.

RECICLAGEM NAS ESCOLAS

Na mesma sessão ordinária de 11 de junho, Farid Afif também apresentou indicação endereçada ao prefeito Hélio Peluffo Filho, com cópia à secretária municipal de Educação, Maria Leny Antunes Klais em que solicita que seja feito um estudo técnico, para a realização de uma campanha educativa sobre reciclagem e preservação do meio ambiente nas escolas da Rede Municipal de Ensino.

“A preocupação em preservar o meio ambiente deve fazer parte da vida de todos. Por isso, nunca é cedo demais para começar a desenvolver o assunto com as crianças. Criar uma consciência ecológica ainda na infância, aumenta consideravelmente a chance de que sejam adultos engajados na preservação da Terra. Além disso, grande parte das crianças compartilha o que aprendeu na escola com os pais e familiares, o que aumenta a disseminação do conhecimento acerca da necessidade de dar um destino adequado ao lixo”, argumentou o vereador.

Farid Afif acrescentou ainda que “trabalhar a temática vai muito além de simplesmente despertar essa consciência. O intuito é proporcionar situações que possibilitem a reflexão e façam com que aqueles estudantes, de fato, sejam a diferença no mundo”.

O vereador apontou alguns objetivos da proposta: Entender qual o processo de reciclagem; Refletir sobre a responsabilidade dos cidadãos para com o lixo produzido; Trabalhar a coordenação motora e percepção auditiva; Reconhecer quais ações humanas são prejudiciais ao meio ambiente; Estimular a mudança de hábitos; Incentivar a adoção de práticas benéficas à natureza; Tratar dos conhecimentos básicos de ecologia; Aumentar o vocabulário; Conscientizar sobre a importância da reciclagem; Estimular a prática da reciclagem no ambiente escolar.

O trabalho deverá ser desenvolvido a partir de pesquisas com questionários aplicados pelo professor; Apresentação das pesquisas ao restante da classe; Exibição de filmes e documentários; Realização de oficinas sobre reciclagem e reaproveitamento do lixo orgânico; Palestra com convidados especialistas no tema; Visitas técnicas e passeios ecológicos; Apresentações teatrais; Debates com participação de membros da comunidade; Oficinas para a criação de brinquedos a partir de materiais recicláveis; Leitura de contos e histórias relacionados ao tema; Desenvolvimento de regras e políticas para gestão do lixo escolar; Realização de dinâmicas em grupo; Confecção de murais ou cartazes com o tempo de decomposição de cada material (ex: vidro, plástico, papel, tecido, etc.); Realização de experiências científicas; Músicas e danças; Atividades que visem o reaproveitamento de itens disponíveis na própria escola; Desenhos e colagens; Implementar a redução do lixo e do desperdício de materiais em sala de aula; Mostra com todas as atividades produzidas durante o projeto; Criação de lembrancinhas para o dia das apresentações.


Copyright © 2018 Câmara Municipal de Ponta Porã